Três fatores alertam investidores do Facebook

Os investidores que precisavam de um aviso para não correr atrás das ações do Facebook devem analisar três grandes fatores que está ocorrendo:

1°-  A General Motors, uma grande anunciante, pretende parar de pagar por anúncios no Facebook, pois não teve resultados esperados com as campanhas na rede social, o que pode ser, principalmente, sua própria culpa, mas a GM provavelmente compreenderá o Facebook em algum momento, sendo que 13% da população mundial são usuários ativos do Facebook;

2°-  Alguns dos primeiros investidores vão vender muito mais ações na oferta inicial do que antes se previa, em contraste, com os primeiros investidores de outras empresas que não venderam praticamente nenhuma ação na oferta inicial;

3°-  O uso crescente do Facebook em dispositivos móveis pode, no momento, corroer o faturamento da empresa, mais e mais usuários estão acessando o site através de smartphones e tablets, onde hoje o Facebook gera muito pouca receita de anúncios.

Embora nenhum desses fatores elimine o potencial do Facebook como importante plataforma de publicidade, todos eles sugerem que os investidores públicos não precisam se apressar para comprar ações, pois a volatilidade nos negócios do Facebook agregada com seu valor de mercado excessivo são boas razões para os investidores esperar por um preço melhor das ações, participando futuramente desse negócio, que será poderoso.

  • Comentários  

    20/10/2017