Hospital Samaritano começa a funcionar em Hortolândia

Moradores de Hortolândia não precisão mais ir para cidades da região em busca de atendimento particular na área hospitalar. A Prefeitura conquistou uma unidade do Hospital Samaritano que já funciona, parcialmente, no bairro Villagio Ghiraldelli, região do Jardim Santa Clara do Lago. Para se instalar em Hortolândia, o Samaritano investe R$ 28 milhões.

Para o prefeito Angelo Perugini, o Hospital Samaritano amplia o estatus de cidade moderna que Hortolândia conquistou nos últimos anos. “Nossa cidade apresenta um desenvolvimento fantástico e conquista novos serviços do setor privado. Agradecemos ao Samaritano que traz para Hortolândia atendimento médico com qualidade de primeiro mundo e nos ajuda na construção desta nova cidade”, disse o prefeito, durante visita ao Samaritano.

Para viabilizar a instalação do hospital particular, a Prefeitura ofereceu toda a assessoria para escolha da área, além de realizar obras viárias de acesso à unidade de saúde.

O hospital oferece estrutura moderna com centro cirúrgico, sala de hemodinâmica para realização de cateterismo cardíaco, pronto socorro adulto e infantil, com áreas de observação separadas, e setor de atendimento de emergências. O hospital conta ainda com salas para atendimento ambulatorial em diversas especialidades, entre elas, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, clínica médica e pediatria.

De acordo com o diretor médico do Hospital Samaritano, Mauro Villa Real, a área de internação da unidade de saúde começa a funcionar com 20 leitos, número que será ampliado gradativamente.

“Nossa estrutura é para oferecer atendimento hospitalar de modo completo. Hortolândia está crescendo a passos gigantescos e de modo sustentável. A cidade precisa de um centro de referência em atendimento médico. O Samaritano enxergou isso e escolhemos o município para expandir nossa rede”, disse Villa Real.

O hospital já atende pacientes no ambulatório de especialidades e na realização de cateterismo cardíaco. Em janeiro, haverá a inauguração oficial do hospital, quando todos os serviços estarão à disposição. O hospital atenderá associados do Plano de Saúde Samaritano e de outros convênios médicos.

Com dobro de leitos, cidade se encaixará em padrão internacional

Com o Hospital Samaritano em operação, o município de Hortolândia atenderá ao padrão internacional na oferta de leitos por número de habitantes, conforme determinação da OMS (Organização Mundial da Saúde). A afirmação é do secretário de Saúde, Lourenço Daniel Zanardi.

Atualmente, a cidade conta com 105 leitos hospitalares do SUS (Sistema Único de Saúde): 65 disponíveis no Hospital Municipal e 40 ofertados pelo sistema de regulação do Estado na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e no Hospital Estadual Sumaré.

Segundo o secretário, o Samaritano terá mais de 100 leitos quando estiver 100% em operação, número que totalizará 210 leitos disponíveis na cidade, somados os do setor privado e da rede pública.

“A OMS estabelece que para alcançar o padrão satisfatório de atendimento o município tem que disponibilizar um leito para cada grupo de 1.000 habitantes. Hortolândia tem cerca de 200 mil habitantes, então, os novos leitos ofertados pelo Hospital Samaritano colocarão a cidade dentro do padrão internacional”, explicou Zanardi.

O secretário observou que a unidade de saúde particular beneficiará, indiretamente, usuários do sistema SUS. “Muita gente que tem convênio médico e utiliza os serviços do hospital municipal, por morar em Hortolândia, passará a utilizar o Samaritano, então, desafogará nosso atendimento”, comentou.

“Trabalhamos para atender 100% da população, mas se parte das pessoas buscar atendimento no Samaritano porque tem plano particular de saúde, retribuiremos isso em mais qualidade no atendimento aos usuários do SUS”, completa o secretário, ao informar que cerca de 30% dos usuários do hospital municipal possuem convênio médico particular, mas utilizam o serviço público para evitar deslocamento para cidades da região que possuem hospitais particulares.

Hortolândia

  • Comentários  

    31/07/2014