Hortolândia realiza coleta de lixo eletrônico e pilhas

Um ponto de coleta de lixo eletrônico e pilhas será disponibilizado pela Prefeitura de Hortolândia, neste domingo (27/05/2012), durante o evento Hortolândia em Ação que acontece, das 9h às 16h, na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Salvador Zacharias Pereira Júnior, localizada na rua Adail Alves Silva, nº 525, Jd. Novo Ângulo. A ação é uma parceria da Secretaria de Meio Ambiente com a empresa Recicla Metais.

Durante todo o dia, a Prefeitura fará a coleta de materiais eletrônicos, exceto refrigeradores e aparelhos de ar condicionado. Um caminhão ficará à disposição da população em frente à escola com toda a estrutura necessária para coletar eletrônicos, pilhas, celulares e baterias. O lixo eletrônico coletado será encaminhado para a empresa Recicla Metais.

“Recebemos diariamente solicitação da população de como descartar estes resíduos, então, vamos disponibilizar esse serviço neste evento e oferecer a oportunidade da comunidade realizar o descarte de eletrônicos de modo correto”, disse a diretora de Meio Ambiente Eliane Nascimento.

Segundo Eliane, a Secretaria de Meio Ambiente estuda a instalação de pontos para coleta de eletrônicos e pilhas em todas as regiões da cidade. “Assim, a população terá estrutura para realizar o descarte correto perto de casa”, disse a diretora.

Os resíduos de aparelhos eletro eletrônicos, representam um enorme risco ambiental. Possuem cerca de 700 substâncias tóxicas, como cádmio, cromo, chumbo, arsênico, mercúrio, fósforo, entre outros.

Por isso, afirmam especialistas em gestão ambiental, é necessário o descarte correto desses materiais que podem ser reaproveitados por empresas especializadas na reciclagem destes produtos, a exemplo da Recicla Metais, parceira da Prefeitura de Hortolândia na ação deste domingo.

Você sabia?

O mundo produz hoje entre 40 e 50 mil toneladas de lixo eletrônico por dia, somando 50 milhões de toneladas até agora no mundo inteiro.

Para fabricar cada computador, retiramos da natureza em torno de 1.800 quilos de matéria, sendo:

240 quilos de combustíveis fósseis

22 quilos de produtos químicos

1.500 quilos de água extremamente pura (lavagens desde o silício até o processador).

Um notebook gasta cerca de 50 mil litros d´água, apenas no processo de produção.

Cerca de 700 substâncias tóxicas estão presentes nos equipamentos eletrônicos, como cádmio, cromo, mercúrio, chumbo, fósforo, níquel, arsênico, etc.

O Brasil é o país emergente que gera o maior volume de lixo eletrônico per capta por ano (segundo relatório da ONU).

Hortolândia

  • Comentários  

    • Rafael Costa

      Boa noite amigos. Meu nome é Rafael trabalho em uma Construtora em Hortolandia e no momento estamos implantando medidas sustentaveis pensando em melhorar o meio ambiente.Gostaria de saber se existe a possibilidade de doação de coletores de pilhas e baterias para esse projeto junto a Construtora onde trabalho???
      Abaixo segue meu contato
      19 96135970 ou 82060701
      rafa_tst@yahoo.com.br
      Aguardo o contato urgentemente, boa noite

    22/11/2017