Hortolândia acelera regularização do Jardim Boa Esperança

Jardim Boa Esperanca Hortolândia

Jardim Boa Esperança Hortolândia

Os moradores do Jardim Boa Esperança devem procurar o posto de atendimento da Prefeitura de Hortolândia, que funciona na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Boa Esperança, para a entrega de documentos para a regularização dos imóveis do bairro.

Conforme informações da Secretaria de Habitação, técnicos e agentes visitaram todas as casas para avisar sobre o plantão de atendimento. A população foi informada sobre o cronograma para a entrega dos documentos de acordo com as quadras do loteamento.

De acordo com a diretora de Habitação, Maria José de Araújo, a coleta dos documentos faz parte das ações de reurbanização e regularização fundiária do Jardim Boa Esperança. Para que a Prefeitura possa regularizar os imóveis, é preciso que os moradores levem ao posto de atendimento documentos pessoais e papéis que comprovem a compra das moradias.

“O objetivo da Prefeitura é que a documentação destas casas seja regularizada de maneira rápida. Se possível, até o final deste ano”

Desde o início do ano, a Administração Municipal de Hortolândia, por meio das secretarias de Obras e Habitação, realiza uma série de intervenções urbanísticas no bairro. Todo o sistema de drenagem de águas pluviais já foi implantado nas ruas do Jardim Boa Esperança que, agora, recebem a rede coletora de esgoto.

Projeto Jardim Boa Esperanca

Projeto do Jardim Boa Esperança - Hortolândia

Os próximos passos são ações de pavimentação, recuperação ambiental, construção de unidades habitacionais e regularização fundiária. As intervenções beneficiarão 1.849 famílias. A previsão de investimento é de aproximadamente R$ 15 milhões, incluindo recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

No mês de agosto, o prefeito Angelo Perugini realizou uma série de reuniões com os moradores do Jardim Boa Esperança. O objetivo dos encontros foi ouvir a opinião da população sobre as intervenções em andamento e apresentar o projeto arquitetônico do projeto de reurbanização do bairro, ações previstas para terminarem no próximo ano.

Atendimento na Emef Boa Esperança vai até o final de outubro, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30

  • Comentários  

    • Creusa

      Eu Creusa moradora do boa esperança estou separada a 4anos por motivo de infermidade que meu marido nao me aceito que eu estava em depreçao , gostaria de saber como eu faço para sair no meu nome os documento do terreno obrigada

    21/07/2017