Condomínio comercial vai gerar 300 empregos em Hortolândia

Empreendimento em construção na abrigará grandes redes varejistas e uma agência bancária

 

O centro comercial de Hortolândia receberá quatro grandes redes varejistas nos setores de confecção, calçados, móveis e eletrodomésticos, além de gerar 300 empregos. A informação é do secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Marcelo Borges, ao comentar sobre a fase final das obras do condomínio comercial em construção na rua Luiz Camilo de Camargo, Centro, próximo ao Supermercado Paulistão. A Prefeitura apóia o empreendimento por meio do Proemph (Programa de Incentivo Empresarial de Hortolândia).

De acordo com Borges, o prédio tem quatro blocos de 2.000 m² cada. O primeiro abrigará a agência do Banco Bradesco e a Baby Calçados. No segundo pavilhão funcionará a loja Seller, proprietária do condomínio comercial. A terceira ala será ocupada pelo Magazine Luiza, rede varejista de móveis e eletrodomésticos. “O quarto galpão pode ser ocupado pela Kalunga, loja Marabraz ou Passarela Calçados. Ainda está em definição”, explicou Borges.

Além de gerar empregos, a chegada de grandes redes varejistas garante mais opção de compras ao consumidor, além de estimular a melhora da estrutura do comércio local. “É o que chamamos de concorrência saudável. Os comerciantes tendem a melhorar o visual das lojas e ampliar a oferta de produtos para atrair consumidores. Nesse cenário todos ganham: consumidor e lojista. Assim, o comércio se fortalece”, avalia o secretário.

A previsão é de que o condomínio comercial comece a funcionar em setembro. O investimento é de R$ 5 milhões. “O número de grandes redes varejista cresce no município e contribui para o desenvolvimento do comércio que se torna mais atrativo para a população. Os moradores podem encontrar produtos de qualidade, a preços competitivos e muita diversidade sem sair de Hortolândia. Vivemos um ótimo momento”, comenta o presidente da Aciah (Associação Comercial e Industrial de Hortolândia), Paulo Beleboni.

Prefeitura reestrutura Centro para acompanhar expansão do comércio

Na esteira do desenvolvimento industrial de Hortolândia – no auge desde 2005 -, o comércio comemora a fase de expansão. Em 2005, existiam 1.599 estabelecimentos comerciais na cidade. Atualmente, são 2.572. O número de prestadores de serviço cresceu de 1.882 para 2.830 no mesmo período.

Nesta semana, a cidade comemorou o lançamento do primeiro hotel de grande porte. O Drud´s Hotel está em construção do Parque Gabriel. Investimento de R$ 15 milhões e geração de 50 empregos diretos. Em outubro, começa a funcionar o Shopping Hortolândia com geração de 1.500 postos de trabalho e investimento de R$ 80 milhões.

Para acompanhar o desenvolvimento do comércio, o prefeito Angelo Perugini revitaliza o centro de Hortolândia. Estão em andamento as obras de canalização do Ribeirão Jacuba e a implantação do sistema de drenagem de águas pluviais em ruas da região central, ambas com o objetivo de evitar alagamentos.

A Prefeitura também reestrutura o sistema viário com a abertura de novas vias e prolongamentos de algumas já existentes. Também iniciará, nos próximos dias, a instalação do parque sociambiental Jacuba, às margens do ribeirão, com ampla área verde e espaços de lazer à comunidade.

“Nosso governo trabalha com planejamento para que a cidade cresça economicamente sem comprometer a qualidade de vida da nossa população. Queremos levar desenvolvimento para dentro da casa das pessoas em forma de mais emprego, obras e serviços”, disse o prefeito Angelo Perugini.


  • Comentários  

    25/04/2017