Atenção futuro morador dos apartamentos Jd. Minda

A Prefeitura de Hortolândia começa preparar para mudança as famílias habilitadas pela CEF (Caixa Econômica Federal) a ocupar os apartamentos construídos, no Jardim Minda, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

Neste final de semana, a Secretaria de Habitação reunirá os futuros moradores para passar orientações sobre os empreendimentos. Os encontros ocorrem, sábado (25/02/2012) e domingo (26/02/2012), na Câmara de Vereadores, com rodadas de reuniões programadas para as 13h, 15h e 17h. A Câmara fica na rua Sebastião Custódio de Oliveira, nº 20, Remanso Campineiro.

De acordo com a diretora de Habitação, Maria José de Araújo, sábado a Prefeitura conversará com 240 famílias habilitadas a morar no Residencial Peruíbe. Domingo, a reunião acontecerá com os futuros moradores do residencial Praia Grande. Cada rodada de reunião terá quatro módulos de apresentação.

Nos dois dias, estarão presentes representantes da Prefeitura, da Caixa Econômica Federal, da construtora responsável pelo empreendimento e do grupo que desenvolve o trabalho técnico social com as famílias. “Esse encontro é muito importante. As famílias receberão orientações gerais sobre os empreendimentos de todas as partes envolvidas”, disse Maria José.

Entre os assuntos que serão discutidos estão: sorteio das unidades habitacionais, plano de remoção das famílias, entrega das chaves, relacionamento com a CEF, manutenção dos imóveis e garantias, serviços de atendimento ao beneficiário concedido pela construtora, informações sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, contrato, valor a ser pago e regras de ocupação.

Entrega dos apartamentos no mês de abril

Os 500 apartamentos do primeiro empreendimento habitacional do Minha Casa Minha Vida em Hortolândia, no Jardim Minda, estão prontos. A previsão da Secretaria de Habitação é de que a entrega das moradias comece em abril. O empreendimento consumiu investimentos de R$ 26 milhões.

O residencial compreende dois conjuntos habitacionais: Residencial Praia Grande, com 260 apartamentos, e Residencial Peruíbe, com 240. Cada unidade terá dois dormitórios, sala, cozinha, área de serviço e banheiro, em uma área de 43,95 m² de utilização.

Nos dois empreendimentos, três porcento das unidades são adaptadas para pessoas com deficiência. Os apartamentos têm valor estimado de R$ 52 mil, subsidiado 100% pela Caixa Econômica Federal.

Hortolândia

  • Comentários  

    26/06/2017