Programa de Apoio ao Atleta

COB lança programa para apoiar atletas quando deixarem o esporte de competição

Os esportistas brasileiros em transição na carreira ou próximos da aposentadoria foram contemplados na última segunda-feira (19/12/2011) com o Programa de Apoio ao Atleta. Fruto de uma parceria entre o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e o Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), o programa dará suporte e planejamento à formação dos atletas para que assumam uma nova atividade profissional quando deixarem o esporte de competição.

Segundo o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, a iniciativa faz parte de um antigo desejo da entidade. Tendo em vista que o Brasil precisa de pessoas experientes para trabalhar com esporte, ninguém melhor que um ex-atleta para cumprir a missão.

“O importante é dar a oportunidade para o atleta decidir os caminhos que irá trilhar após encerrar a primeira fase da carreira. O programa vai dar condições para que ele continue contribuindo para o desenvolvimento do esporte brasileiro”, ressaltou Nuzman.

A atuação será feita em três núcleos: atletas jovens talentosos; atletas de alto rendimento; e atletas em transição de carreira. Serão oferecidos serviços de promoção educacional e de apoio na gestão da carreira esportiva.

Na primeira fase de funcionamento, o programa se destina ao núcleo dos atletas em transição de carreira, que serão beneficiados por ações como: oportunidades de estágios e programas de iniciantes; bolsas de estudos em diferentes áreas; e participação em processos de treinamento profissional e análise de perfil.

Nove atletas estão contemplados na primeira fase: Adriana Behar (vôlei de praia), Bruno Souza (handebol), Cassius Duran (saltos ornamentais), Daiane dos Santos (ginástica artística), Daniela Polzin (judô), Hugo Hoyama (tênis de mesa), Marina Canetti (polo aquático), Maurren Maggi (atletismo) e Nalbert (vôlei).

Esporte

  • Comentários  

    29/05/2017