Primeiro Programa Ambiental em uma Copa do Mundo

Para a Copa do Mundo Sub-20 da FIFA Colômbia 2011, a entidade que dirige o futebol mundial está comprometida com um programa para conscientizar o público em temas ambientais e vem pondo em prática um projeto de reflorestamento.

No início de 2011, em colaboração com a Federação Colombiana de Futebol, a secretaria presidencial de política ambiental, o Ministério do Meio Ambiente da Colômbia e o Fundo Mundial da Natureza (WWF, na sigla em inglês) do país, a FIFA criou o programa Gol Verde para reduzir os impactos ambientais negativos decorrentes da organização do Mundial Sub-20.

“Como anfitriões orgulhosos, comemoramos o fato de que a FIFA tenha apoiado, não de agora, mas há muito tempo, o programa Gol Verde, como parte da sua política de responsabilidade social e ambiental”, afirmou o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. “Celebramos que isso tenha ocorrido desta maneira e assumimos o programa como uma causa nossa.”

Inspirado pelos êxitos anteriores do Gol Verde e de projetos ambientais em várias Copas do Mundo da FIFA, as instituições envolvidas no atual programa desenvolveram uma campanha de conscientização pública para a torcida que acompanha o torneio na Colômbia. Além disso, um projeto de reflorestamento será realizado na região dos Andes colombianos.

Com a plantação de mais de 35 mil árvores nos próximos dois anos, este projeto não só permitirá a compensação da emissão de nove mil toneladas de dióxido de carbono, como também dará sustento às comunidades locais. Espera-se que este investimento, que é integrado ao programa de reflorestamento nacional do governo colombiano, tenha um impacto duradouro e deixe um legado que vá além da realização da competição.

“Estamos muito satisfeitos com a oportunidade de desenvolver este programa ambiental em conjunto com o governo colombiano, o WWF e a Federação Colombiana de Futebol”, disse o diretor de responsabilidade social corporativa da FIFA, Federico Addiechi. “É muito importante para a nossa entidade ter parceiros locais para desenvolver projetos ambientais adaptados às necessidades da região. Isto assegura a viabilidade do programa e que ele continue dando resultados mesmo depois da competição.”

“Assim como o país inteiro se mobilizará em torno do futebol, a federação, por meio do programa Gol Verde, se uniu ao governo nacional, por meio do Ministério do Meio Ambiente, para pensar e agir de forma responsável com o meio ambiente durante o evento esportivo mais importante da nossa história”, observou o presidente da Federação Colombiana de Futebol, Luis Bedoya.

  • Comentários  

    25/09/2017