Ginástica artística de Hortolândia busca título no Uruguai

A equipe de ginástica artística de Hortolândia é um dos grandes fenômenos esportivos da região. Os atletas buscam o título na XIII Copa Olímpia Internacional de Ginástica Artística, na cidade de Montevidéu, no Uruguai, para se consagrar como uma das equipes de ginástica artística  mais importantes do País, na modalidade. Entre os dias 7 e 10 de junho de 2012, as ginastas competirão com 700 atletas de nível mundial.

A cidade será representada com 18 ginastas. A equipe de ginástica faz parte das escolinhas esportivas da Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Esportes e Recreação. “Todas as competições que a equipe disputa, os atletas ganham medalhas. Investimos muito nesta modalidade. Já estamos colhendo frutos importantes, como a pré-seleção de atletas para fazer parte da seleção Paulista, em disputa das Olimpíadas de 2016. A meta é buscar medalha de ouro no Uruguai”, afirma Raul Garcia, secretário de Esportes e Recreação.

Para a técnica Lílian Sante Maria, a equipe está crescendo e melhorando muito, em busca de colocar o trabalho em evidência. “Nosso sonho é formarmos um atleta olímpico. A ginástica é uma das modalidades que supera todas as expectativas, pelas participações e resultados obtidos nos últimos anos em torneios nacionais, estaduais e regionais. Vamos em busca de medalhas no Uruguai para consagrar nosso bom desempenho”, comenta Lílian.

A disputa envolve atletas do Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile e Venezuela. Os ginastas disputarão no masculino: seis aparelhos (solo, salto, paralelas simétricas, argolas, cavalo com arções e barra fixa) e disputas no individual geral. Já o feminino, em quatro aparelhos (solo, salto, trave e paralelas assimétricas), além das disputas no individual geral.

No ano passado, a equipe ficou em segundo lugar na disputa. Um dos destaques foi a ginasta Gabriela Silva Brito de Jesus, de 12 anos, campeã da categoria infantil, em Montevidéu. “Neste ano vou disputar na categoria juvenil, com atletas de até 15 anos. Vai ser mais difícil, mas estou bem treinada. Quero ganhar o ouro de novo e representar bem Hortolândia e nosso País”, declara a ginasta, ao falar de seus objetivos. “Estou me dedicando muito para um dia competir o Pan-Americano, mundial e quem sabe a Olimpíada”, completa Gabriela.

O sonho de Adriana Cássia Lourenço, mãe da ginasta Nicole de Cássia Gonçalves, de oito anos, é ver a filha brilhando nos pódios. “É um orgulho saber que minha filha vai disputar uma competição internacional. Estamos dando todo apoio para que ela possa realizar todos os sonhos. Ela tem como ídolo, o ginasta Diego Hipólito. A vontade dela é disputar uma competição ao lado dele”, comenta Adriana.

Nicole faz parte da equipe de competição há menos de um ano. “É muito difícil entrar na equipe de competição de Hortolândia. Por isso, estamos incentivando muito ela para que possa sempre treinar com muita disposição”, completa a mãe emocionada.

Hortolândia

  • Comentários  

    21/07/2017