Fluminense negocia pesquisa de mercado com Ambev

O Fluminense anunciou nesta semana qual será o seu benefício ganho com a parceria com a Ambev. O clube irá reformular a sua sala de troféus com o suporte da marca de bebidas, melhorando a sua estrutura, como têm feito os seus rivais do Rio de Janeiro. No entanto, o plano que tem empolgado a diretoria do clube poucos torcedores irão presenciar.

O Fluminense quer fazer uma pesquisa de mercado em conjunto com a Ambev. A companhia faria um mapa de como utilizar melhor a sua parceria com o clube carioca, enquanto a diretoria do time chegaria a um desejo do seu vice-presidente de marketing, Idel Halfen. “Um dos objetivos dessa gestão é ter uma pesquisa de comportamento da torcida tricolor”, afirmou.

Pesquisas de mercados não são baratas, mas com a Ambev o Fluminense poderia realizá-la sem precisar abrir os cofres. Esse foi um dos objetivos traçados pelo presidente do clube, Peter Siemsen, ao buscar uma maior aproximação com a empresa de bebidas, que até então não tem feito esse tipo de investimento nos clubes.

A Ambev não dá recursos diretamente para as equipes que patrocina no futebol. No caso do quarteto do Rio de Janeiro, a melhora de infraestrutura foi envolvida, além de latas da cerveja Brahma como licenciados. No Vasco, o vestiário de São Januário foi reformado. No Botafogo, a mudança será no gramado do Engenhão.

No Fluminense, uma primeira medida, semelhante às ações nos rivais, já está acertada. A Ambev irá refazer a sala de troféus do clube, que hoje está praticamente abandonada. Com a reforma, o clube espera tornar o espaço algo atrativo para o torcedor, mesmo que a diretoria admita que o espaço em questão não permite a construção de um museu de fato, algo planejado para os próximos anos.

Mesmo com esse acerto, o Fluminense espera a aproximação pela sua almejada pesquisa de mercado. Apesar de se tratar de uma medida invisível aos torcedores, o seu resultado poderia facilitar a comunicação entre empresa e tricolores. Para o clube, ficaria um legado do marketing para as futuras ações.

  • Comentários  

    21/11/2017