COB inaugura Centro de Treinamento de Ginástica Artística

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) inaugurou nesta quarta-feira (04/04/2012) o Centro de Treinamento de Ginástica Artística, no Velódromo da Barra, no Rio de Janeiro. O espaço faz parte do Centro de Treinamento Time Brasil e funciona na área central da instalação esportiva. Baseado em modelos de outros países, o equipamento tem cerca de 100 aparelhos de ponta que o credenciam entre os melhores do mundo para preparação da modalidade.

“Tenho muito orgulho em inaugurar um centro de treinamento de alto nível como este. Poder entregar um CT com toda esta estrutura à ginástica é um exemplo do que podemos dar aos nossos atletas. Todo o esforço do Comitê Olímpico Brasileiro caminha na direção de atender aos atletas brasileiros da melhor forma possível. Esta entrega é um exemplo desse comprometimento”, afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Por meio de uma parceria entre o COB e a Confederação Brasileira de Ginástica, o CT será utilizado para o treinamento das seleções masculina e feminina, sempre que necessário. Sete atletas da seleção brasileira de ginástica artística feminina já treinam no local até o próximo dia 10. “Posso afirmar que este é o melhor centro de treinamento de ginástica artística do mundo. Nossos atletas viajam o mundo todo e estão aí para comprovar isso. Precisávamos desta excelente estrutura para dar o salto de qualidade para os Jogos Olímpicos Londres 2012 e Rio 2016”, disse a presidente da CBG, Maria Luciene Resende.

Os equipamentos são da marca alemã Spieth, que forneceu aparelhos para 10 Jogos Olímpicos, entre eles os de Pequim, em 2008. Parte dos aparelhos do centro foi utilizada nos Jogos Pan-americanos Rio 2007.

Além dos equipamentos de ginástica, estão sendo montados no velódromo aparelhos de musculação e fisioterapia. Essa nova estrutura também será aproveitada por ciclistas e atletas de patinação velocidade, que treinam regularmente no local. Outros países também poderão utilizar o centro, através de intercâmbios e períodos de treinamento específicos.

O Comitê Olímpico investiu cerca de R$ 450 mil no CT e o espaço foi projetado pela coordenadora de instalações esportivas do COB, a atleta olímpica e arquiteta Daniela Polzin. O local tem área total de 2.467 m². A principal novidade são os fossos cobertos e vazados para o mesmo equipamento, que servem para a finalização dos movimentos dos ginastas, além do arranjo completo para masculino e feminino simultâneos com aparelhos oficiais de competição.

Alguns dos principais atletas brasileiros da modalidade, como Diego Hypolito, Daniele Hypólito, Jade Barbosa e Arthur Zanetti mostraram-se muito bem impressionados com a nova casa da modalidade no país. Durante a inauguração do CT, Daniele Hypólito, Petrix Aguiar e Bruna Leal realizaram demonstrações nos equipamentos do centro. “Quando entrei aqui pela primeira vez fiquei muito impressionado. Nunca vi um centro tão bom quanto esse. Esse é um ginásio da maneira que a gente sempre sonhou”, afirmou Diego Hypolito.

“A gente sempre achou que isso nunca fosse acontecer. Nossa, o Brasil conseguiu! Fico muito feliz em fazer parte dessa história, porque quando eu comecei não havia nada disso”, disse Jade Barbosa. “As atletas mais jovens se beneficiarão desta estrutura. Com o nosso talento, tenho certeza de que teremos uma grande equipe para 2016”, completou Jade.

Na segunda fase de sua instalação, ainda no primeiro semestre de 2012, o Centro de Treinamento de Ginástica Artística atenderá outras modalidades, como os saltos ornamentais e o salto com vara.

Conheça a infraestrutura do Centro de Treinamento de Ginástica Artística:

Esporte

  • Comentários  

    17/08/2017