Cidades-sede da Copa 2014 são divulgadas na Alemanha

Cidades-sede da Copa são divulgadas em evento sobre turismo na Alemanha

O Brasil será tema do Roadshow Brasilien On Tour, desta terça (23) a quinta-feira (25), na Alemanha. O evento é organizado pela Arge Lateinamerika, associação que busca fomentar o turismo latino-americano no país europeu. A iniciativa, que tem o apoio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), busca estreitar o contato com os agentes de viagens alemães e mostrar novos atrativos turísticos brasileiros ao trade alemão, além de reforçar a divulgação de destinos tradicionais.

Nesta edição do Roadshow – que é realizado nesta terça-feira, em Hamburgo; quarta-feira (24), em Berlim; e quinta-feira (25), em Mainz –, as 12 cidades-sede da Copa  do Mundo Fifa 2014 terão destaque. “Queremos intensificar a promoção turística dessas cidades e de seus arredores desde agora, para estimular o turista a conhecer outros destinos brasileiros, e não apenas a cidade em que assistirão aos jogos”, explica Marcelo Pedroso, diretor de Mercados Internacionais da Embratur.

Em cada uma das cidades são esperados 100 agentes de turismo, que vão contar com a presença de um técnico da Embratur para fornecer informações sobre os atrativos turísticos dos destinos brasileiros e das cidades-sede da Copa. Para Pedroso, o evento é uma grande oportunidade para aumentar a comercialização dos produtos turísticos brasileiros e, assim, contribuir para atrair mais turistas alemães ao Brasil. “Vamos mostrar toda nossa diversidade e as opções que temos dentro dos cinco segmentos do turismo: sol e praia, ecoturismo, cultura, negócios e eventos e esporte.”

A participação em eventos internacionais como esse é parte do trabalho de promoção turística internacional da Embratur, que atua em países considerados prioritários, de acordo com a classificação do Plano Aquarela 2020. A Alemanha é um desses países, e atualmente é o quinto maior emissor de turistas para o Brasil. Somente no ano passado, 226.630 alemães visitaram os destinos brasileiros.

Brasil

  • Comentários  

    13/12/2017