Turma Jovem da Mônica entra na luta de combate à corrupção

A Controladoria-Geral da União (CGU) e o Instituto Maurício de Sousa lançaram nesta sexta-feira (09/12/2011), em Brasília, durante as comemorações do Dia Internacional contra a Corrupção, o projeto “Eu participo – Pela ética e cidadania”. O termo de compromisso foi assinado pelo secretário-executivo da CGU, Luiz Navarro e pelo criador da turma da Mônica, Maurício de Sousa.

A solenidade também contou com a presença de dois dos personagens da Turma Adolescente, Mônica e Cebolinha, que vão ajudar na prevenção da corrupção, participando de ações que serão destinadas aos jovens, de 12 a 17 anos, que cursam do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, além de educadores, profissionais das escolas, orientadores e demais pessoas da comunidade.

Para Maurício de Souza, o projeto que tem agora a presença da Turma Jovem da Mônica é um trabalho que vai dar mais uma vez a oportunidade ao Instituto de atuar em parceria com a CGU. Segundo ele, a história em quadrinhos tem um poder muito forte para ajudar no combate à corrupção. “Na hora em que a Turma Jovem da Mônica, diz: eu participo, eles estão levando milhões de leitores para entender um pouco mais do que é ética e cidadania”, afirmou.

Para o projeto “Eu Participo” será produzido um kit que será distribuído nas escolas de ensino médio e fundamental. O material deverá conter um manual do professor e outro do aluno. Está prevista também a realização de um curso a distância para capacitação de professores, além de vídeo-aulas e a criação de histórias em quadrinhos sobre o tema.

O projeto tem o objetivo, de formar adolescentes e jovens para serem cidadãos conscientes, conhecedores de seus deveres e capazes de lutar por seus direitos, permitindo também que exercitem a democracia e a convivência social nas escolas e nas comunidades, promovendo a ética, a integridade e a prevenção da corrupção.

Brasil

  • Comentários  

    29/05/2017