O relógio feito para o fim do mundo

O historiador e relojoeiro Jean Marc Floresta apresentou esta semana na Cidade do México seu novo relógio, Kukulkan, que irá realizar a contagem regressiva para o fim do mundo ou o começo de outro ciclo, que as lendas que cercam esta civilização terá lugar em 21 de dezembro de 2012.

Kukulkan é o nome original de uma divindade Maya na forma de serpente, os números do calendário conjunto, s decoração desses relógios marcam o tempo com os números maias.

São três modelos relógios, um de aço, que custa 10.000 euros, outra de aço com diamantes com um valor de 18.000 euros, e uma coleção de relógios feitos de ouro e esmeraldas com preço de 302.000 euros.

Os maias criaram um calendário baseado em um período de 400 anos, chamado baktuns, cada época é composta por 13 ciclos, totalizando 400 anos e 5.125 anos, de acordo com seu relato, o atual termina em 21 de dezembro de 2012.

ABC

  • Comentários  

    20/11/2017