Jogo para Celular Angry Birds vira Franquia de Entretenimento

angrybirds

O jogo de enorme sucesso “Angry Birds” está prestes a levantar voo da telinha sensível ao toque e bater asas para a telona, os livros e os brinquedos. A iniciativa mostrará se um dos títulos mais conhecidos da era dos aplicativos para celulares pode se tornar uma grande fraquia de entretenimento, semelhante ao Mickey Mouse ou o Homem de Ferro.

A finlandesa Rovio Entertainment Ltd., que desenvolveu o jogo, publicará no final deste mês o primeiro livro da série “Bad Piggies Egg Recipes” (Receitas de Ovos dos Porquinhos Malvados), com pratos como sanduíche de salada de ovo e sushi de ovo. O título se refere aos porquinhos que são os ladrões do jogo, tornando-se alvos de um grupo enfurecido de aves depois de roubar seus ovos.

Em seguida virá uma coleção de livros educativos e divertidos que a Rovio espera publicar no ano que vem, em resposta ao estilo exigente e rigoroso de criação de filhos adotado por muitas mães chinesas e apelidado de “mãe tigre”. Os livros, dirigidos aos pais e à sala de aula, se destinam a crianças de 4 a 18 anos. A Rovio está desenvolvendo o livro com conceitos do sistema educativo finlandês, que enfatiza a importância dos jogos e brincadeiras na aprendizagem, diz Wibe Wagemans, responsável pelas marcas da Rovio — o título oficial de Wagemans é “Beija-Flor”, seguindo a tradição da empresa de usar nomes de aves nada ortodoxos para os cargos. Ele diz que um dos livros vai ilustrar lições de geometria propondo que se lance no ar um dos pássaros do jogo.

“Agora cabe a nós, usando gestão básica de marca, manter a marca viva, mantê-la legal e encantar nossos fãs com coisas novas”, diz Wagemans, que entrou na Rovio há pouco para ajudar na estratégia de marca, depois de uma temporada no Bing, o site de busca da Microsoft Corp.

A Rovio também contratou há pouco David Maisel, ex-presidente do conselho da Marvel Studios e produtor executivo de filmes como “Homem de Ferro”, “Thor” e “Capitão América”. Sua função é aconselhar a Rovio em su, a estratégia de entretenimento, o que inclui desenvolver um longa metragem. Maisel diz que está conversando com possíveis escritores, diretores e financiadores sobre como fazer o projeto decolar, o que pode levar vários anos até ser concretizado.

Maisel, que deixou a Marvel depois que a empresa foi vendida para a Walt Disney Co., acredita que um filme com os “Angry Birds” tem o raro potencial de atrair espectadores do sexo masculino e feminino, jovens e velhos. “O enorme número, a diversidade e o alcance global da base instalada de jogadores do Angry Birds é maior que qualquer coisa que já vi em termos de propriedade intelectual de uma marca para um filme”, diz Maisel. Ele diz ainda que procurou os executivos da Rovio depois de ver sua mãe, de 85 anos, jogar “Angry Birds” no iPad.

Em junho a Rovio pagou uma quantia não revelada por um estúdio de animação finlandês, Kombo, para criar curtas metragens com os “Angry Birds”. E para se distanciar de suas raízes “nerd”, a finlandesa mudou seu nome oficial de Rovio Mobile para Rovio Entertainment.

A Rovio é apenas mais uma das produtoras de aplicativos para celulares que salta para outras mídias — uma aposta nada garantida. O jogo “Angry Birds” parece fornecer uma fonte bastante escassa de material criativo para narrativas mais profundas. Mas segundo os executivos especializados em expandir franquias de entretenimento, isso não é impedimento se a Rovio trabalhar bem.

Jeff Gomez, diretor-presidente da Starlight Runner Entertainment Inc., aponta para “Piratas do Caribe” . A série de filmes da Disney se baseava em pouco mais que um passeio de parque temático, mas fez sucesso graças ao elenco e à direção.

“Se eles conseguirem talentos assim para Angry Birds, terão chance “, disse Gomez, que deu consultoria à Disney em projetos relativos a “Piratas do Caribe “.

Desde que a Rovio lançou “Angry Birds” como jogo para o iPhone, da Apple Inc., no final de 2009, ele permanece no alto da lista dos mais baixados para o iPhone, o iPad e os smartphones com o sistema operacional Android, da Google Inc. Há hoje 120 milhões de pessoas por mês que jogam o jogo ativamente, diz a empresa.

“Angry Birds” conquistou fãs com jogadas feitas sob medida para a tela sensível ao toque. O jogador lança os pássaros de um mecanismo semelhante a um estilingue, ajustando a tensão e a trajetória com os dedos para infligir o máximo dano nos porcos e em suas fortificações dilapidadas.

Outros desenvolvedores de aplicativos para celulares com uma grande base de usuários também estão passando para outras mídias. A Outfit7, que desenvolve a série “Talking Friends”, assinou recentemente um acordo com a agência de talentos William Morris Endeavor Entertainment LLC para expandir-se para cinema, televisão e livros.

 

  • Comentários  

    13/12/2017