Games: A História do Tetris

Montar um quebra-cabeça encaixando peças de diferentes formatos capazes de girar sobre o próprio eixo em apenas quatro posições diferentes. Este é basicamente o objetivo do jogoTetris. A dificuldade? Quanto mais pontos, maior é a velocidade em que as peças caem e mais rápido o jogador deve girar as peças para encaixá-las da melhor forma possível. Quem já jogou sabe: é viciante.

Em mais de 25 anos de existência, o Tetris impressiona pelos números e pela atualidade. O jogo consegue se manter vivo em em grandes plataformas de games, como o PS3, Xbox 360Nintendo Wii, e nas modernas plataformas móveis, como PSPiOS e Android, entre outras, ao lado de jogos de ponta como o Gran Turismo, Resident Evil e o GTA – que se destacam pelos seus gráficos realistas e por serem cada vez mais dinâmicos, além de suas histórias envolventes.

A história do Tetris é marcada pelo sucesso internacional do jogo (Foto: Divulgação)
A história do Tetris é marcada pelo sucesso internacional do jogo (Foto: Divulgação)

Os números divulgados no site oficial do Tetris comprovam como o jogo é viciante e ainda conquista jogadores por todo o mundo. O Tetris no Facebook, por exemplo, é jogado 11 milhões de vezes todos os dias. Ainda segundo o site oficial, mais de 500 milhões de partidas foram jogadas desde que a Liga Tetris teve início no Japão.

Quer mais? Os jogos Tetris são jogados em mais de 185 países, o que representa 95% de alcance mundial, e foram traduzidos para mais de 50 idiomas, adaptados para mais de 30 plataformas. Mas qual foi a fórmula para o enorme sucesso do Tetris?

Jogo de origem graga Pentominoes inspira criação do Tetris (Foto: Divulgação)
Pentominoes, quebra-cabeça de origem grega, inspirou a criação do Tetris (Foto: Divulgação)

O jogo Tetris nasceu na antiga URSS, em junho de 1984, e foi desenvolvido pelo cientista russo Alexey Pajitnov no Centro de Computação da Academia Russa de Ciências (Russian Academy of Sciences). Em plena Guerra Fria, Pajitnov se inspirou em um jogo de tabuleiro de origem grega, chamado Pentominoes, para criar o game.

O Pentominoes é formado por peças semelhantes às do Tetris, compostas de cinco quadrados, enquanto que no Tetris as peças são formadas por quatro quadrados. Daí surgiu a escolha do nome: Tetris, em grego, significa “quatro”.

A grande ideia de Pajitnov foi tornar o Tetris um game dinâmico. O jogador era submetido a uma corrida contra o tempo e podia jogar indefinidamente, sendo submetido a um desafio cada vez maior.

Versão do Tetris para GameBoy, da Nintendo (Foto: Divulgação)
Versão do Tetris para GameBoy (Foto: Divulgação)

O game, entretanto, não alcançou projeção internacional logo nos primeiros anos. As barreiras de exportação de hardware e software da URSS dificultaram a saída do jogo da União Soviética. O primeiro passo rumo à expansão internacional foi dado apenas em 1987, ano este que marcou o lançamento do Tetris para PCs na América do Norte e Europa.

O jogo, contudo, virou uma febre mundial somente no ano seguinte. Em 1988, o designer de videogames Henk Rogers descobriu o jogo em Las Vegas e, após algumas negociações com eles (Pajitnov e a Elrog, única organização governamental da União Soviética que poderia vender softwares para o exterior), Rogers lançou no Japão uma versão do jogo para o aparelho doméstico da Nintendo. O resultado: três milhões de unidades vendidas.

Com a versão para o Game Boy, da Nintendo lançada em 1989, o jogo ganhou mobilidade e transformou o Mini Game na máquina de maior sucesso da história. Mais de 35 milhões de unidade de Tetris foram vendidas.

Game com Tetris fez sucesso no Brasil (Foto: Divulgação)
Game com Tetris fez sucesso no Brasil (Foto: Divulgação)

Outra plataforma móvel de menosglamour que o Game Boy, mas que marcou a infância de muita gente foi o Mini Game Brick Tetris, que possuía diversas variações do Tetris em um único aparelho. Essas plataformas tiveram grande popularidade no Brasil, na década de 1990.

A repercussão do jogo se estendeu inclusive na música. O tema do jogo foi adaptado para versões em Techno, Remix e até para o Funk.
Bateu saudade? O game evoluiu, foi incorporado às plataformas mais potentes, e recebeu melhorias gráficas e novos planos de fundo. Exemplos de plataformas móveis que possuem novas versões do Tetris são o iPad e o iPhone.


Curiosidades

Além de conquistar usuários, o Tetris vem conquistando prêmio e reconhecimento ao longo da história. Em 2009, por exemplo, o game foi nomeado um dos Top 10 de aplicativos pagos de todos os tempos na Apple iTunes App Store. Em 2007, o Tetris aparecia em 2º lugar entre os “Top 100 Jogos de Todos os Tempos” no site IGN.com.

Outra curiosidade é que o Tetris tem despertado o interesse não apenas de crianças, jovens e adultos apaixonados por jogos, mas também de pesquisadores. Há diversos artigos baseados no jogo (veja no Site Oficial). O jogo também foi destaque no documentário A história do Video-Game, produzido pela Discovery Channel.

Com música adaptada para o Funk, Mini Game de 9999 jogos, versões atuais para Android, iPhone, PS3 etc. Em qual parte dessa história do Tetris você também teve a oportunidade de viver? Qual a versão mais divertida do game? Compartilhe com os leitores do TechTudo suas experiências com o game.

Fonte:techtudo

  • Comentários  

    • Simon_Rafaeru

      kkkkk
      realmente esse tetris fez sucesso
      msm sendo um jogo com gráficos simples…

    25/04/2017