Turquia poderá comprar do Brasil 15 milhões de Tablets

Apple, Microsoft e Intel deverão participar de uma licitação para suprir a demanda de 15 milhões de tablets do projeto Fatih, uma das maiores iniciativas do governo turco para promover a inclusão digital dentro de suas escolas estatais. A notícia, feita pelo Ministro do Comércio da Turquia, Zafer Caglayan, à agência de notícias estatal nesta quinta-feira (18), poderá trazer benefícios para o Brasil.

O projeto Fatih prevê a distribuição de tablets para as escolas turcas (Foto: Divulgação)

O projeto Fatih prevê a distribuição de tablets para as escolas turcas (Foto: Divulgação)

Caglayan revelou que havia conversado com representantes da Apple durante sua última visita aos EUA. Segundo ele, o objetivo da conversa era saber se a empresa de Cupertino teria condições de atender ao pedido de 15 milhões de gadgets, dentre eles iPads, iPhones, fones de ouvido e capas para os alunos das escolas de ensino fundamental e médio da Turquia.

A Apple, por sua vez, terceiriza a fabricação de seus gadgets em empresas como a chinesa Foxconn. Como a fabricante está montando uma filial no interior de São Paulo – e a fábrica central está atendendo a demanda mundial de iPad 2 -, toda a mão-de-obra necessária para produzir o pedido do governo da Turquia será brasileira.


 

Se o projeto seguir adiante e a Apple ganhar a licitação, a filial brasileira fábrica da Foxconn será estratégica para suprir a grande demanda de iPads (Foto: Steve Jurvetson/Wikimedia Commons)

Se o projeto seguir adiante e a Apple ganhar a licitação, a filial brasileira fábrica da Foxconn será estratégica para suprir a grande demanda de iPads (Foto: Steve Jurvetson/Wikimedia Commons)

Por outro lado, empresas como a Microsoft e a Intel também estão interessadas em atender a demanda do projeto Fatih. A Microsoft confirmou a intenção ao fazer uma visita à Turquia para conhecer a iniciativa governamental, e a Intel disse que considera a abertura de um centro de pesquisa e desenvolvimento na Turquia.

Entenda o projeto Fatih

Considerado um dos investimentos educacionais mais significativos da Turquia, o ‘Fatih’ é um projeto de inclusão digital que propõe implantar um conceito novo de “Smart Class” em todas as escolas do país. Para isso, as salas de aula serão equipadas com as melhores tecnologias do mercado, informatizando o processo educacional de mais de 40 mil escolas, beneficiando aproximadamente 570 mil turmas do ensino primário e secundário.

Ao todo, o projeto custará cerca de 1.7 bilhões de dólares. Depois de iniciada a produção do tablets, a demanda deverá ser atendida em um período previsto de 4 anos.

Fonte: techtudo

  • Comentários  

    16/08/2017