Por quê subiu o preço do feijão

O preço do feijão dispara e atinge R$ 10/kg nas feiras livres do interior do Nordeste, em São Paulo está ente R$ 2,76/kg à R$ 3,90/kg na saca de 60kg ( atacado) já nas prateleiras o consumidor chega a pagar até R$ 9,00/kg.

Porque subiu o preço do feijão ?O feijão é uma cultura de ampla tradição no Brasil, consumido diariamente por milhões de consumidores de todas as camadas da população. Para a sua produção e comercialização estão envolvidos centenas de milhares de pessoas e empresas, gerando uma inestimável contribuição para a economia do país, em termos de geração de renda e emprego. O desenvolvimento harmônico e sustentável desta atividade é significativamente importante para o Brasil.

Vários fatores contribuíram para o aumento exagerado no preço do feijão nestes dias atuais, falta de chuvas é o principal motivo, pouca produtividade e muita procura do grão.

Em São Paulo a proliferação da mosca branca, inseto que transmite uma das piores doenças do feijão, preocupa produtores do grão, a área plantada na região caiu de 40 mil para cinco mil hectares este ano, o inseto provoca um estrago irreparável na planta, transmitindo uma doença conhecida como mosaico dourado, que deixa as folhas amareladas e enrugadas, além de provocar perda de peso e qualidade do grão, em consequência, planta menos e gasta mais para fazer o controle da mosca. No Piauí é a inflação que faz o preço do feijão disparar também.

A dupla arroz e feijão se trata de uma das combinações alimentares mais perfeitas que existem confirmada por médicos e nutricionistas. Arroz com feijão é considerado um prato típico do Brasil.

Nós consumidores vamos ficar sem “nosso feijão de cada dia”? ou vamos pagar “o pato” outra vez?

  • Comentários  

    16/08/2017