Por quê o preço da gasolina vai subir

Com certeza o preço da gasolina vai subir se o Brasil não quiser “andar para trás na história”, porque o país não pode manter o preço da gasolina baixo no mercado doméstico com a ampliação da produção do pré-sal.

O preço da gasolina no BrasilA avaliação é do coordenador do Laboratório Interdisciplinar de Meio Ambiente da Coppe/UFRJ, Emilio La Rovere, que considera “absolutamente respeitável” o objetivo do governo em proteger a economia brasileira das flutuações abruptas no preço do petróleo no mercado internacional por meio da regulação dos preços dos combustíveis, mas defendeu que o valor cobrado no país não pode ficar abaixo do praticado no exterior por muito tempo. Em maio, segundo especialistas, o preço da gasolina e do diesel no mercado doméstico era de 15% a 20% inferior ao do mercado internacional. O último reajuste autorizado pelo governo foi em novembro de 2011.

“O objetivo de controle da inflação não deveria sobrepujar essa sinalização de que a gasolina tem que custar mais caro, porque ela tem impactos ambientais negativos e o uso do automóvel não pode ser estimulado”, afirmou La Rovere.

Ele destacou que um dos temas em pauta na Rio+20 é justamente o corte de subsídios aos combustíveis fósseis, principalmente nos Estados Unidos, mas também no Brasil, no México e na Venezuela, entre outros.

“Isso me preocupa, porque o Brasil está às vésperas de se tornar um grande produtor de petróleo com o pré-sal”, disse.

Para ele, o país deve manter um “consumo austero” de petróleo e exportar o excedente de produção, usando a renda obtida para realizar investimentos em energias renováveis e inovações tecnológicas sustentáveis.

De acordo com o especialista, o investimento maciço em energias renováveis é a única maneira de o país manter uma trajetória consistente de redução das emissões de gases do efeito estufa além de 2020.

 

  • Comentários  

    16/08/2017