Philips tem prejuízo inesperado de US$1,8 bi no 2o tri

A Philips apresentou nesta segunda-feira um inesperado prejuízo de 1,3 bilhão de euros (1,8 bilhão de dólares) referente ao segundo trimestre, algumas semanas após fazer alertas de lucro para duas importantes divisões da companhia.

A empresa sofreu efeitos de um encargo de 1,4 bilhão de euros no segundo trimestre, decorrente de aquisições nas unidades de saúde e iluminação.

O prejuízo trimestral representa a mais recente decepção para a companhia, que no mês passado alertou para menores lucros e desaceleração das vendas nas divisões de iluminação e de eletrodomésticos, em meio à fraca demanda.

Nesta segunda-feira, a Philips afirmou que reduzirá 500 milhões de euros em custos até 2014 e anunciou um programa de recompra de ações de 2 bilhões de euros que será concluído no ano que vem.

As ações da empresa acumulam desvalorização de 30 por cento nos últimos 12 meses, ante alta de 16,5 por cento do índice do setor.

A Philips registrou prejuízo líquido de 1,3 bilhão de euros no segundo trimestre, enquanto a previsão de analistas era de lucro líquido de 72,8 milhões de euros, segundo pesquisa da Reuters.

Nesta segunda-feira, o presidente-executivo da companhia, Van Houten, revisou as metas de médio prazo estabelecidas quando assumiu o cargo, em abril. Em 2013, a Philips deve ter crescimento de vendas de 4 a 6 por cento, e margem Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) entre 10 e 12 por cento.

Fonte: Reuters

  • Comentários  

    24/11/2017