No Brasil, a era da exportação ainda está para começar

Em entrevista exclusiva à PNN, Fábio Pina, consultor da empresa FFA Consultoria e economista da Federação de Comércio de São Paulo, defende a vitalidade da economia brasileira no contexto atual de crise financeira e econômica que atinge a Europa e os EUA. “Fruto do mercado interno de 200 milhões de habitantes, ninguém espera que o Brasil venha a ser atingido pela crise. Continuam a surgir grandes investimentos, como novos shoppings, que indicam que os empresários brasileiros mantém a confiança no crescimento da economia e na liquidez do Brasil”, refere.

No entanto, Fábio Pina avança que começam a surgir entre os empresários brasileiros os primeiros indicadores colaterais de receio face à deterioração da economia mundial, ainda que por enquanto os receios sejam marginais. A solução deverá passar pela aposta na internacionalização das empresas brasileiras para os grandes mercados mundiais, estratégia que até agora tem estado arredada das prioridades políticas.

Nos dois mandatos de Lula da Silva a África tem sido apontada como o mercado prioritário das empresas e políticas brasileiras. Mas, segundo Fábio Pina, os sinais mais recentes relativo ao comércio brasileiro indicam uma reorientação das prioridades, seguindo critérios mais pragmáticos. “As trocas comerciais do Brasil têm de ser feitas com os grandes mercados, como a China, Índia, África do Sul e Europa, com vista a obter resultados concretos para as empresas brasileiras.”

Neste cenário, Portugal deverá ocupar um lugar de destaque na estratégia de internacionalização brasileira. “No Brasil, a era da exportação ainda está para começar. Mas acredito que as PME’s brasileiras que queiram entrar na Europa comecem através de Portugal. É uma forma sensata de testar as condições na Europa, mas é também um mercado mais próximo, tanto a nível geográfico como pela Língua e sobretudo pelas questões afetivas que unem até hoje história de Brasil e Portugal”, afirma o consultor brasileiro de origem portuguesa.

  • Comentários  

    25/05/2017