Franquia de Salgados: Salgados do Brasil

A franquia prevê a abertura de mais 30 lojas nos próximos 12 meses e dobrar o faturamento até o final do ano

Franquia de SalgadosApostando no gosto do brasileiro por coxinhas, kibes e bolinho de queijo, o empresário Edson Braga lançou, há uma ano, a franquia de salgados: “Salgados do Brasil”. A marca tem dois modelos de negócios, cujo o investimento inicial varia de R$ 300 mil a 400 mil.

O primeiro modelo é o fast food com delivery, em que as vendas são divididas em 40% delivery e 60% balcão. O segundo é food service que além das vendas delivery (30%) e balcão (30%), o franqueado também pode vender diretamente para outros comércios da região, como supermercados e padarias. Este segmento representa 40% do faturamento total da loja.

O fast food de salgados é algo inédito, a maioria dos varejos deste segmento trabalha apenas com delivery e, ainda assim, não são lojas especializadas. O mercado é composto por concorrentes que vão desde as padarias e lanchonetes, até os fornecedores de eventos, explica Braga.

O abastecimento das lojas é feito por meio de uma cozinha central da franqueadora.

Com isso, os franqueados passam a ter uma economia de até 30% com a diminuição de desperdícios, economia de espaço, menor número de funcionários, menor investimento em maquinário, logística e ganho de tempo no atendimento, explica Edson.

O Faturamento de cada Loja da Franquia de Salgados

O faturamento da loja varia, em média, de R$ 80 mil a R$ 150 mil por mês, de acordo com o modelo de negócio. As lojas são projetadas para vender entre 100 mil e 200 mil salgados.

Atualmente, há 3 lojas em funcionamento, sendo duas em São Paulo e 1 em Fortaleza. Até o final do ano, mais 2 lojas serão inauguradas – uma em Brasília e outra em São Luís no Maranhão. A meta da franquia de salgados é a abertura de 30 lojas nos próximos 12 meses e dobrar o faturamento até o final do ano.

 

Via: www.infomoney.com.br

  • Comentários  

    16/08/2017