Franquia de Personal Trainer custa R$ 4,4 mil

Marca possui 11 franquias em operação e quer chegar a 40 unidades até o final do anopersonal-trainer

Voltada a profissionais da área de Educação Física que estão cansados de ganhar baixos salários e trabalhar longas jornadas em academias, a franquia Test Trainer procura empreendedores interessados em investir no negócio.

Com um ano de vida, a marca possui 11 franquias em operação e quer chegar a 40 unidades até o final do ano. O investimento para se tornar um franqueado é de R$ 4,4 mil e pode ser dividido em 24 vezes.

“O mercado forma muito mais pessoas do que as academias são capazes de absorver. Como resultado, um profissional da área ganha, em média, de R$ 5 a R$ 7 por hora-aula. Conosco, ele pode ganhar até 15 vezes mais”, diz Givanildo Matias, diretor da Test Trainer.

Formado em Educação Física, Matias começou a atuar no mercado em 2002, terceirizando serviços de avaliação física de academias em São Paulo.

Quatro anos atrás, o empreendedor enxergou a oportunidade de recrutar profissionais para atuar como personal trainer em condomínios na cidade.

“O modelo era simples. Nós selecionávamos os profissionais e atuávamos em parceria, dividindo os lucros”, conta Matias.

Problemas com a qualidade dos serviços prestados e potenciais processos trabalhistas o levaram, no entanto, a rever a estratégia dois anos atrás.

Fiz cursos na Associação Brasileira de Franchising (ABF) e uma pós em Gestão na FGV e decidi formatar o negócio como franquia”, relata.

A previsão de faturamento da rede para este ano é de R$ 500 mil, o que deve representar um crescimento de 120% sobre o ano passado.

Para se tronar um franqueado, o empreendedor deve ter formação e experiência na área de fitness. “O próprio empreendedor é quem vai prestar os serviços, portanto ele tem que passar por um processo seletivo rigoroso, incluindo avaliações técnicas e físicas”, explica Matias.

O  franqueado paga à franqueadora 16% do faturamento bruto como taxa de royalties e 4% como taxa de publicidade. O faturamento médio mensal do empreendedor é estimado em  R$ 3 mil a R$ 5 mil e a margem de lucro é calculada em 70% do faturamento bruto. A previsão de retorno no investimento é em seis meses.

 

Fonte: Exame PME 27/7/2011


  • Comentários  

    31/10/2014