Bombardier inaugura em Hortolândia fábrica de trens

A Bombardier Transportation inaugurou hoje um novo, state-of-the-art monorail instalação de fabricação de trens em Hortolândia – São Paulo, Brasil. A nova unidade de produção representa um investimento de $ 15 milhões dos EUA e é o centro da Bombardier de produção global Monotrilhos, servindo o mercado de rápido crescimento no Brasil, bem como oportunidades de exportação da América Latina e ao redor do mundo. Ele irá gerar 250 novos empregos diretos dedicados a ferrovia a produção de veículos, incluindo alumínio carroceria, bogie e atividades de montagem final. Além disso, cerca de 500 empregos indiretos serão criados com base no aumento da atividade na base da Bombardier fornecedor local. O novo investimento reforça o compromisso da Bombardier de longo prazo para o Brasil, um mercado onde a empresa atua há muitos anos.

O local de fabrico Hortolândia Monorail foi construído em apenas 18 meses e vai começar suas atividades de fabricação imediatamente. As caixas dos veículos e bogies primeiros já estão sendo fabricados lá e os primeiros carros do monotrilho concluídas são esperados para sair da linha de montagem no final deste ano. O novo site foi projetado e construído seguindo os mais modernos padrões industriais em todo o mundo e é baseado na tecnologia transferida de fabricação da Bombardier e centros de engenharia em Kingston, Ontário, Canadá; São Bruno, Quebec, Canadá, e Pittsburgh, Pensilvânia, EUA.

André Navarri, presidente e Chief Operating Officer, a Bombardier Transportation, participou na cerimónia de inauguração no novo site. Os 100 convidados presentes incluíram o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o Estado de São Paulo Secretário dos Transportes, Jurandir Fernandes, o primeiro-ministro do Québec, Jean Charest, o ministro de Desenvolvimento Econômico do Québec, Sam Hamad, e representantes de São Paulo Metro e de outros operadores de transporte ferroviário no Brasil, fornecedores e funcionários da Bombardier. Sr. Navarri foi acompanhado por André Guyvarch, Presidente, Brasil, Transporte Bombardier e Serge van Themsche, Vice-Presidente EMEA e no Brasil, Systems, Bombardier Transportation.

“Este novo local de fabrico monorail representa a segunda fase de expansão industrial da Bombardier iniciado em 2009 que visa a triplicar nosso número de empregados no Brasil para 600 pessoas e área de quadruplicar o industrial em Hortolândia”, disse Navarri. “Ainda mais importante do que a nova unidade industrial é o veículo monorail avançado vamos fabricar aqui – um bom exemplo do nosso foco contínuo no desenvolvimento de tecnologia, a fim de oferecer modalidade interligado de transportes públicos em todo o mundo. Um dos pontos fortes da Bombardier está combinando essa experiência em todo o mundo com o conhecimento local para entregar a solução de mobilidade mais adequada para cada cidade individualmente. ”

Navarri acrescentou: “A nova alta capacidade BOMBARDIER Innovia Monorail 300 sistema que estamos construindo para o São Paulo é o jogo mudar, pois oferece uma capacidade de transporte semelhante a um metro, mas a infra-estrutura de luz necessária reduz o preço da construção e do cronograma de implantação em até um metade, trazendo qualidade de vida aos cidadãos benefícios mais cedo e mais rentável. Estamos certos de que a operação do serviço, uma vez iniciado, ele será reconhecido como uma das melhores soluções de transporte de massa já construídas. ”

A Innovia Monorail 300 sistema é a tecnologia da Bombardier mais novo sistema de transporte. Rentável para introduzir sem a necessidade de grandes infra-estruturas ou obras de construção civil, oferece capacidade de transporte de até 48.000 passageiros por hora por sentido. Se transportar os visitantes para fora da cidade-destino, ou oferecer alta capacidade, serviços freqüentes para mais densamente utilizadas rotas cidades do interior, o Monorail Innovia 300 garante aos passageiros experimentar o máximo em conforto moderno.

Bombardier local de fabricação novo está definido para atender projetos no Brasil, bem como na região da América Latina. Sua primeira ordem é a entrega de 54 carros de sete Innovia Monorail 300 trens (378 carros) para a Metro São Paulo. Para garantir um bem-sucedido e mais rápido de ramp-up do projeto, um trem (7 carros) será produzido e testado pela Bombardier na instalação de testes Kingston, no Canadá. Os carros restantes monotrilho serão produzidos no novo site no Brasil.

A área também irá resultar em um maior desenvolvimento industrial do país, devido às exigências de produção solicitados pela Bombardier a seus fornecedores locais. Mais de 15 empresas criaram ou expandiram a produção no Brasil em resposta às solicitações da Bombardier. Além disso, as técnicas de fabricação mais avançadas serão aplicadas, usando alumínio, leve e altamente resistente e materiais compósitos, tornando a empresa Bombardier primeira ferrovia no Brasil para introduzir novas tecnologias para fabricação de alumínio carroceria.

  • Comentários  

    19/10/2017