Operação Via Ápia combate tráfico de animais

O Ibama concluiu neste final de semana a operação Via Ápia, de combate ao cativeiro ilegal, ao comércio e ao tráfico de animais silvestres. Na Paraíba, a operação, realizada nacionalmente e integrante do Planejamento Nacional Anual de Proteção Ambiental (PNAPA) do órgão, resultou na apreensão de 854 animais, entre os quais cinco papagaios e cinco primatas de espécies constantes de listas oficiais de ameaçadas de extinção, e na aplicação de R$ 476 mil em multas.

A operação abrangeu 60 municípios no estado, nas regiões do Sertão, Cariri, Curimataú e Brejo, entre os dias 17 e 28 de janeiro de 2012. Os 854 animais apreendidos foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama (Cetas) na Paraíba, onde recebem cuidados, avaliação e tratamento veterinário.

Foram apuradas denúncias de crimes contra a fauna em localidades ao longo das rodovias federais do estado. No total, 45 autos de infração foram lavrados pela equipe de fiscalização. O grande número de animais apreendidos e de autos de infração lavrados demonstra que os ilícitos envolvendo animais silvestres precisam continuar a ser combatidos com vigor no estado.

Além da crueldade com que os animais são retirados da natureza, comumente mutilados e mantidos em situações degradantes de maus-tratos até chegarem aos mercados consumidores, o tráfico de animais silvestres, negócio ilegal que movimenta milhões no planeta, prejudica a biodiversidade, o equilíbrio e a qualidade ambiental dos ecossistemas e, assim, toda a coletividade.

Estimativas apontam que, de cada grupo de 10 animais retirados da natureza pelos traficantes de animais, apenas um sobrevive até chegar ao consumidor devido aos maus-tratos a que são submetidos.

Soltura

No primeiro dia da operação, os agentes ambientais federais do Ibama realizaram a soltura no, sertão paraibano, de 200 aves apreendidas em 2011, que foram consideradas aptas à vida livre pela equipe do Cetas. Com isso, o sertão ganha de volta o colorido musical de alguns de seus pássaros típicos, como galos-da-campina e pintassilgos, que haviam sido retirados do seu habitat pelo tráfico.

Ibama

  • Comentários  

    21/07/2017