Desmatamentos ilegais em Colniza

O Ibama identificou no dia 01/06/2012 um pecuarista responsável por quatro grandes desmatamentos ilegais no município de Colniza, norte do Mato Grosso. Em quatro fazendas, foram desmatados uma área de 326 hectares de floresta nos anos de 2011 e 2012. A operação Guardiões da Amazônia 3 multou o pecuarista em R$ 1,74 milhões e as áreas desmatadas foram embargadas.

O responsável pelo desmatamento comprava terras griladas, sem titulação, retirava grandes extensões de floresta sem autorização, plantava capim e as abandonava por um tempo, buscando dificultar a identificação do responsável pelo desmatamento ilegal. A população, com medo de represálias, evitava fornecer informação sobre o infrator, apesar da indignação diante do crime ambiental. Além das sanções administrativas aplicadas pelo Ibama, o infrator responderá ação cível e criminal a ser promovida pelo Ministério Público.

Ibama

  • Comentários  

    27/04/2017