Apagão atinge Grande São Paulo

Apagão atinge bairros de São Paulo e afeta 700 mil clientes

Um apagão atingiu parte da capital paulista e da região metropolitana na noite desta quinta-feira. Bairros das zonas sul e oeste da capital, como Perdizes, Pompéia, Pinheiros, Vila Madalena, Jardins, eapagao sao paulo Morumbi tiveram pontos sem energia elétrica. Também houve relato de falta de luz na cidade de Osasco. Na maioria dos pontos a energia já foi restabelecida.

De acordo com a AES Eletropaulo, concessionária de energia elétrica na região metropolitana de São Paulo, o problema foi na subestação Milton Fornasaro, da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep), na região oeste de São Paulo, e afetou cerca de 700 mil clientes de bairros da região.

A Cteep informou que a queda de energia ocorreu 19h06, durou alguns minutos e que as cargas foram normalizadas. Um dos transformados foi restabelecido às 19h32, normalizando o abastecimento à distribuidora. Às 20h15 foi normalizado o segundo, restabelecendo a condição operacional da subestação. As causas do desligamento estão sendo analisadas.

Segundo a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) de São Paulo e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), não houve problemas nas linhas que administram.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), houve o registro de falta de energia elétrica nas em ruas como o túnel Jânio Quadros, av. Rebouças, rua Henrique Schaumann, túnel Sebastião Camargo, rua da Consolação, av. Dr. Arnaldo, rua Turiassú, av. Pompéia e av. Roque Petroni Júnior.

No ínício do mês, a AES Eletropaulo anunciou que destinará R$ 120 milhões a mais nos próximos dois anos para ampliar o atendimento ao cliente, contratar 580 novos eletricistas e incrementar a tecnologia de automação para a rede de distribuição. No início do mês passado, após um vendaval na região, algumas regiões ficaram três dias sem energia elétrica. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, criticou a demora da concessionária em restabelecer os serviços e cobrou mais investimentos e fiscalização.

Após os primeiros minutos de falta de luz internautas relatavam o problema em diversos pontos da capital e da região metropolitana.

 

Fonte: IG

  • Comentários  

    18/08/2017